Por que é importante saber o seu propósito de vida? -

Por que é importante saber o seu propósito de vida?

Compartilhe com seus amigos!

As vezes nos sentimos sozinhos e somos devastados por nossos pensamentos. Esses momentos difíceis da vida são reais e se repetirão em várias oportunidades. Por mais incrível e difícil que pareça, você pode escolher agir produzindo respostas diferentes do que vem acontecendo.

Ficar ansiosa ou deprimida e querer se esconder dentro de casa não vai lhe trazer benefício algum. Para que você tenha coragem de sair do seu quarto escuro é preciso ter um propósito de vida. Algo que seja mais forte do que qualquer obstáculo que venha a surgir e que faça você querer ficar viva, respirar… levantar da cama todos os dias. Sem uma razão para viver, sem uma missão para executar, sem um motivo que te faça feliz, você ficará muito mais suscetível a fracassar na vida pessoal e profissional. E, então, nas horas difíceis não saberá como agir e, talvez paralise frente aos seus próprios pensamentos. Se você tem um propósito, nos  momentos de maior aflição, de tomada de decisão, você terá mais clareza e agirá de forma mais assertiva. O que eu estou querendo dizer é que a vida poder ser muito complicada, de fato é, mas se você tem um propósito de vida, isso ajudará você nas horas do aperto. Com certeza terá mais tranquilidade e confiança e sentirá uma paz interior que te deixará mais leve e feliz.

O motivo pelo qual decide estar vivo te torna melhor e mais completo, faz você ter mais consciência de si mesmo e do mundo e, ainda, te possibilita transformar a realidade na qual vive deixando sua marca. A primeira coisa que você precisa para encontrar o seu propósito é aceitar todos os aspectos da sua identidade. Você precisará fazer diversos momentos de reflexão para se conhecer melhor. Não é uma tarefa fácil descobrir o seu propósito de vida, mas eu vou elencar 10 pontos para você começar a sua reflexão:

  1. Conheça as suas habilidades – se você é bom em algo analise com carinho porque você faz isso bem; reflita sobre a sua história de vida e entenda que de alguma forma essa sua habilidade pode lhe fazer viver melhor e mais feliz. Executar o que se sabe é mais fácil e geralmente mais produtivo. Se aceite como você é.

  1. Saiba o que te faz feliz – comece analisando os momentos de maior felicidade que você tem, certamente eles são a chave para entender quais as situações que lhe proporcionam mais leveza e alegria. Entender o que te faz feliz possibilitará você saber pelo que vale a
    pena lutar.
  2. Procure inspiração – no sua existência muitas pessoas forma marcantes. Algumas devem ter ajudado você a escolher os seus caminhos e ser quem é hoje. Essas pessoas tinham/têm qualidades, conhecimentos, maneiras de viver que valem a pena você
    reproduzir. Não se preocupe em estar copiando alguém, com certeza a sua forma de fazer será única, porque será sua, a própria interpretação do que as pessoas que te inspiram fazem.
  3. Busque estudar e ter mais conhecimento – ler, assistir documentários, ir a palestras, colóquios, encontros, conviver dentro de grupos sociais, tudo isso ter proporcionará conhecimento técnico e sapiência. Quanto mais você conhecer sobre o que te faz bem,
    mais você conseguirá reproduzir com perspicácia. Estude muito mesmo, entre de cabeça na teoria e prática, dessa maneira, seu propósito de vida será cada vez mais claro e você se sentirá cada vez mais plena.
  4. Conecte com sigo mesmo – autoconhecimento! Será um processo doloroso, você terá que perdoar seus erros, aceitar quem você é e as suas origens. Todos somos o reflexo do que vivemos e do que expectaram em nós. Comece não julgando seus pais! Agradeça aos
    seus antepassados por você estar viva e ter a oportunidade de, baseado em tudo que todos viveram e como viveram, escolher a forma como quer viver.
  5. Deixe de lado o que não lhe acrescenta – viver tentando fazer com que o outro entenda que está errado não vai lhe proporcionar uma vida melhor. Cada um deve se responsabilizar por suas atitudes e você deve respeitar as diferenças, compreender e aceitar. Agora se
    houverem pessoas que não lhe permitem viver em paz consigo mesma, essas você tem todo o direito de não conviver. Quem tira a sua energia não lhe deixa enxergar e viver o seu propósito.
  6. Viva o agora – ficar no passado ou sempre almejando o futuro faz com que você não enxergue plenamente o momento atual da sua vida, além de causar muito sofrimento. Com o passado aprendemos as consequências das decisões que tomamos e no futuro expectamos por onde queremos andar, mas precisamos mesmo refletir sobre o agora. Seu propósito de vida é algo que se vive todos os dias e que não é para ser alcançado amanhã. Sua razão de viver deve estar presente em todas as suas atitudes do presente e deve ser algo fácil e prazeroso de fazer.

  1. Saia da inércia – ficar sentado no sofá ou trancada no seu quarto só vendo o lado difícil de viver, não solucionará os seus problemas. Se isolar nos próprios pensamentos fará com que suas conexões neurais se restrinjam as memórias de sofrimento e angústia. Saia da
    inércia e busque refletir sobre os momentos felizes da sua vida. Esses sim serão a chave para você entender o seu propósito de vida. Vá atrás de pessoas, conhecimento, autorreflexão, desafie as suas habilidades, viva!
  2. Deixe de ver o que o outro faz como o certo a ser feito – quando você foca no outro, deixa de enxergar a si próprio. Você pode ver grandes inspirações nas atitudes de outras pessoas, mas o motivo pelo qual você quer viver é somente seu. Não existe certo e errado
    quando se fala em propósito, existe o que produz significado em você.
  3. Desligue o piloto automático – só é possível estabelecer a sua razão de viver se você refletir sobre sua vida e suas escolhas. Se o resultado que você está colhendo não está sendo bom, é sinal de que você precisa, com urgência, definir seu propósito de vida e
    começar a trilhar o caminho para se sentir cada dia mais plena com suas decisões e atitudes.

 

Reflita sobre quem você é e sobre o que te faz feliz.
Se você conseguir definir qual é o seu propósito de vida, tenho certeza
que você viverá melhor.


Compartilhe com seus amigos!

Dra. Clarissa Rios

Médica e educadora física

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *